Alecrim: Todos por uma Causa volta a homenagear a diversidade

PorFórum

Alecrim: Todos por uma Causa volta a homenagear a diversidade

O evento que o Centro de Atividades Ocupacionais e Lar Residencial Alecrim da Santa Casa da Misericórdia de Guimarães realiza todos os anos tem a 8.ª edição marcada para o dia 30 de abril a partir das 9h00 no pavilhão Multiusos de Guimarães.

“Todos por uma causa, todos pela deficiência” faz uma viagem no tempo e propõe-se a concretizar uma festa temática em que nada é deixado ao acaso. “Este ano o tema escolhido é o Alecrim Medieval, vamos fazer uma viagem pela época medieval e tudo o que se poderá encontrar é ligado a essa época”, antecipa a animadora da instituição, Cátia Sofia.

Esta é um evento aberto à comunidade e todos os que quiserem participar nesta festa poderão experimentar os jogos tradicionais, danças medievais, o tratamento de animais, os ateliers para a produção de sacos aromatizados e de bolsas em pele.

“Este ano o almoço também é alusivo a esta época e, provavelmente, será a bifana, o pão com chouriço, a peça de fruta e vamos conseguir arranjar alimentação que vá de encontro aos perfis dos clientes das instituições presentes”, garante a animadora.

Para participar neste evento que se prolonga pela tarde da última quinta-feira de abril são convidadas instituições da região norte do país, estando previsto receber cerca de mil pessoas cheias de vontade de celebrar a diversidade.

Os interessados em participação deverão inscrever-se através do email todosporumacausa@scmguimaraes.com

Sobre o autor

Fórum editor

O Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência é um órgão informal de debate, de consulta e informação que funciona com o apoio da Divisão da Ação Social da Câmara Municipal de Guimarães e que, em 2018, completa 15 anos de existência. Composto por representantes de associações e instituições públicas e privadas, pessoas com deficiência e respetivos representantes o Fórum assume como principais funções a promoção e organização de debates temáticos e de ações e projetos de interesse para as pessoas com deficiência, assim como a apresentação de propostas e sugestões dirigidas a este público. Podem fazer parte do Fórum associações e instituições públicas e privadas, com personalidade jurídica, pessoas com deficiência e seus representantes. Os membros devem ser registados.

Deixar uma resposta