3.º Campeonato do Mundo de Futsal Síndrome de Down: Portugal termina em 4.º lugar

PorFórum

3.º Campeonato do Mundo de Futsal Síndrome de Down: Portugal termina em 4.º lugar

A Seleção Portuguesa FutDown, que tem no plantel o cliente da Cercigui, Nelson Silva, terminou o 3º Campeonato do Mundo FIFDS, que se realizou em Lima no Perú, em 4º lugar.

Segundo informação divulgada pela Associação Nacional de Desporto para o Desenvolvimento Intelectual, “os bravos jogadores lusos acusaram bastante o desgaste provocado pelo jogo da meia-final diante do Brasil”.

A Turquia, campeã da Europa, voltou a ser mais forte e a seleção das quinas não foi capaz de desforrar a derrota no último Europeu em outubro passado em Ferrara.

Ao intervalo a seleção turca já vencia Portugal por 4-1 com o golo luso a ser apontado por Paulo Lino. Na segunda parte, o jogo foi mais equilibrado, mas ainda assim os turcos voltaram a marcar um golo, ficando o resultado final em 5-1.

Com este resultado Portugal melhora a classificação alcançada em Ribeirão Preto, Brasil 2019 (5º lugar). Na 1ª edição, em Viseu 2017, Portugal foi 2.º classificado.

Na Cerimónia de Entrega de Prémios, o português Hugo Silva foi distinguido com o prémio de Melhor Guarda-Redes deste Mundial.

Sobre o autor

Fórum administrator

O Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência é um órgão informal de debate, de consulta e informação que funciona com o apoio da Divisão da Ação Social da Câmara Municipal de Guimarães e que, em 2018, completa 15 anos de existência. Composto por representantes de associações e instituições públicas e privadas, pessoas com deficiência e respetivos representantes o Fórum assume como principais funções a promoção e organização de debates temáticos e de ações e projetos de interesse para as pessoas com deficiência, assim como a apresentação de propostas e sugestões dirigidas a este público. Podem fazer parte do Fórum associações e instituições públicas e privadas, com personalidade jurídica, pessoas com deficiência e seus representantes. Os membros devem ser registados.

Deixar uma resposta