Sessão de apresentação pública do Estórias da Madeira – Oficina de criatividade, empoderamento e transformação pessoal

PorFórum

Sessão de apresentação pública do Estórias da Madeira – Oficina de criatividade, empoderamento e transformação pessoal

O projeto Estórias da Madeira – Oficina de criatividade, empoderamento e transformação pessoal é apresentado segunda-feira, dia 23 de maio, pelas 14:30 no Instituto de Design de Guimarães, situado na rua da Ramada, n.º 52.  No evento está prevista a presença do presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, bem como da vereadora da Ação Social, Paula Oliveira.

O Estórias da Madeira é um programa de apoio, acompanhamento e capacitação, destinado a cuidadores informais com foco na saúde mental e inclusão social, económica e profissional deste grupo populacional, tendo como objetivo aumentar o bem-estar e a qualidade de vida dos destinatários, potenciando a sua transformação.

O evento de apresentação formal do projeto à comunidade será precedido por uma oficina de olaria intitulada “Portugal e Ucrânia: O diálogo entre dois países através da cerâmica” para assinalar o Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento. Este momento – que junta duas ceramistas, Bela Alves e Larisa Ryabokon, uma portuguesa e uma ucraniana, para explicar o processo de criação da Cantarinha dos Namorados – pretende demonstrar que podemos comunicar através da arte sem que a linguagem verbal constitua um obstáculo.

Criado após candidatura ao programa Parcerias para o Impacto do Portugal Inovação Social, desenhado e desenvolvido pelo Palavras Infinitas – Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media e pela Because I Care – Associação para Apoiar e Cuidar de Pessoas que Cuidam, o Estórias da Madeira tem como investidor social o Município de Guimarães.

 

Sobre o autor

Fórum administrator

O Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência é um órgão informal de debate, de consulta e informação que funciona com o apoio da Divisão da Ação Social da Câmara Municipal de Guimarães e que, em 2018, completa 15 anos de existência. Composto por representantes de associações e instituições públicas e privadas, pessoas com deficiência e respetivos representantes o Fórum assume como principais funções a promoção e organização de debates temáticos e de ações e projetos de interesse para as pessoas com deficiência, assim como a apresentação de propostas e sugestões dirigidas a este público. Podem fazer parte do Fórum associações e instituições públicas e privadas, com personalidade jurídica, pessoas com deficiência e seus representantes. Os membros devem ser registados.

Deixar uma resposta