II Seminário Tecnologias e Perturbação do Espetro do Autismo

PorFórum

II Seminário Tecnologias e Perturbação do Espetro do Autismo

Estão abertas as inscrições para participar no II Seminário Tecnologias e Perturbação do Espetro do Autismo (PEA) que se realiza a 04 de maio no auditório nobre da Universidade do Minho, no Campus de Azurém, em Guimarães.

Esta iniciativa é organizada pelo projeto Robótica Autismo desenvolvido pelo Departamento de Eletrónica Industrial da Escola de Engenharia da Universidade do Minho e conta com a colaboração, entre outras entidades do Centro de Algoritmi e da Câmara Municipal de Guimarães.

O objetivo do seminário é divulgar, refletir e discutir a utilização da tecnologia como ferramenta na intervenção na Perturbação do Espectro do Autismo (PEA). Segundo a organização do evento, “a ideia é envolver várias áreas do saber num espaço aberto de discussão de ideias e possibilidades de intervenção e colaboração neste tema”.

De acordo com o programa, além de sessões tutoriais e mesas redondas, estarão presentes investigadores que trabalham no desenvolvimento de técnicas que envolvam tecnologia (jogos sérios, robôs, por exemplo) como forma de terapia nas PEA num espaço de demostrações didáticas.

O Seminário é dirigido a alunos, investigadores, docentes e a profissionais que atuam na área das Perturbações do Espectro do Autismo, pediatras, terapeutas da fala, terapeutas ocupacionais, psicólogos, professores do ensino especial e aos pais/encarregados de educação de indivíduos com perturbações do espectro do autismo.
Mais informações e inscrições através do site http://robotica-autismo.dei.uminho.pt/seminario/

Reportagem sobre o projeto Robótica Autismo AQUI: http://forumdeficiencia.guimaraes.pt/?p=243

Sobre o autor

Fórum editor

O Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência é um órgão informal de debate, de consulta e informação que funciona com o apoio da Divisão da Ação Social da Câmara Municipal de Guimarães e que, em 2018, completa 15 anos de existência. Composto por representantes de associações e instituições públicas e privadas, pessoas com deficiência e respetivos representantes o Fórum assume como principais funções a promoção e organização de debates temáticos e de ações e projetos de interesse para as pessoas com deficiência, assim como a apresentação de propostas e sugestões dirigidas a este público. Podem fazer parte do Fórum associações e instituições públicas e privadas, com personalidade jurídica, pessoas com deficiência e seus representantes. Os membros devem ser registados.

Deixar uma resposta