INR: Candidaturas abertas para premiar investigação, produtos de apoio e design gráfico

PorFórum

INR: Candidaturas abertas para premiar investigação, produtos de apoio e design gráfico

O Instituto Nacional para a Reabilitação, I.P. abriu as candidaturas a três prémios anuais que pretendem galardoar a investigação e o desenvolvimento para a inclusão.


A 13.ª edição do Prémio Cartaz 3 de Dezembro recebe candidaturas, até 23 de setembro, de trabalhos gráficos que, através de um cartaz, sensibilizem e mobilizem a opinião pública para o reconhecimento dos Direitos das Pessoas com Deficiência.

O Prémio de Inovação Tecnológica Eng.º Jaime Filipe e o Prémio para as Ciências Sociais e Humanas têm ambos as candidaturas abertas até 02 de outubro.

A 19.º edição do Prémio de Inovação Tecnológica Eng.º Jaime Filipe, de acordo com informação do site do INR, “visa estimular a conceção e o desenvolvimento de equipamentos, instrumentos, produtos e tecnologias que promovam a autonomia das Pessoas com Deficiência no seu quotidiano, otimizando as suas capacidades físicas, cognitivas e sociais e contribuindo para a melhoria da sua qualidade de vida e autonomia”.

Já o Prémio para as Ciências Sociais e Humanas, lançado em 1998, vai distinguir os trabalhos realizados por estudantes de mestrado e de doutoramento que, através da respetiva investigação, concorram para produção de conhecimento científico sobre deficiência e inclusão.

Este prémio pretende, ainda, “reconhecer os trabalhos que promovam o estudo do impacto das barreiras sociais, culturais, comportamentais e físicas na inclusão e na participação das Pessoas com Deficiência, bem como outros estudos que promovam os direitos consagrados na Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência”, lê-se no site.

Mais informações sobre as candidaturas AQUI. Quaisquer dúvidas poderão ser esclarecidas através do contacto telefónico 215 952 700 ou endereço eletrónico INR-uifd@inr.mtsss.pt.

 

Sobre o autor

Fórum editor

O Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência é um órgão informal de debate, de consulta e informação que funciona com o apoio da Divisão da Ação Social da Câmara Municipal de Guimarães e que, em 2018, completa 15 anos de existência. Composto por representantes de associações e instituições públicas e privadas, pessoas com deficiência e respetivos representantes o Fórum assume como principais funções a promoção e organização de debates temáticos e de ações e projetos de interesse para as pessoas com deficiência, assim como a apresentação de propostas e sugestões dirigidas a este público. Podem fazer parte do Fórum associações e instituições públicas e privadas, com personalidade jurídica, pessoas com deficiência e seus representantes. Os membros devem ser registados.

Deixar uma resposta