Arquivo do autor Fórum

PorFórum

Brito: Parabéns ao CAO e ao lar residencial do Centro Social

Daqui a 15 dias o centro de atividades ocupacionais (CAO) e o lar residencial do Centro Social de Brito completam um ano de atividade. Estas duas valências dirigidas à população com deficiência vieram colmatar necessidades há muito identificadas por esta instituição com mais de 20 anos de existência.

Ler mais

PorFórum

CRFP da Cercigui existe para “encontrar o local certo para a pessoa certa”

José Carlos Pereira é assistente administrativo na junta de freguesia de Silvares, em Guimarães, há dois anos. Foi no Centro de Reabilitação e Formação Profissional (CRFP) que tirou o curso para exercer estas funções e é este centro de formação que muitas pessoas com deficiência ou incapacidade procuram para potenciarem a respetiva inserção socioprofissional.

Ler mais

PorFórum

O regresso à nova normalidade de Hélder Vareta

Tem 35 anos, é vimaranense e jogador de basquetebol em cadeira de rodas. Foi de bicicleta que há 12 anos teve o acidente que lhe provocou uma lesão motora, mas continuou a viver a vida sobre rodas e de forma intensa. Nesta fase de pandemia por covid-19, Hélder Vareta está literalmente a preparar-se para regressar a uma nova normalidade: entrou no estado de emergência a representar a APD Paredes e na fase de desconfinamento vai começar a jogar na APD Braga. A próxima época é, por isso, sinónimo de tudo o que o move: aventura, adrenalina, emoção e conquistas, muitas conquistas.

Ler mais

PorFórum

ASSP Guimarães “troca por miúdos” conceitos complexos

A Delegação de Guimarães da Associação de Solidariedade Social dos Professores (ASSP Guimarães) e a Plural&Singular, marca gerida pelo Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media, apostam no desenvolvimento do projeto “Trocar por miúdos – Eu, o outro e o mundo”- conceitos complexos explicados às crianças e jovens” e vão desenvolver em julho 10 sessões dirigida ao público infantojuvenil que frequenta as atividades de tempos livres nas férias de verão.

Ler mais

PorFórum

Congresso Luso Brasileiro de Educação Inclusiva na UM

A Universidade do Minho vai receber de 14 a 16 de julho de 2021 o 3.º Congresso Luso Brasileiro de Transtorno do Espectro do Autismo e Educação inclusiva (CONLUBRA) e o 7.º Congresso Internacional da Associação Nacional Docentes de Educação Especial (Pró Inclusão).

Ler mais

PorFórum

Programa “Praia Acessível – Praia para Todos!” é assegurado na época balnear de 2020

De acordo com uma nota divulgada pelo Instituto Nacional para a Reabilitação, I.P. no respetivo website, existem mais de 200 praias acessíveis “que proporcionarão, em todas as regiões do Continente e nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, espaços lúdicos inclusivos, ainda que em número ligeiramente inferior ao dos anos anteriores”.

Ler mais

PorFórum

APCG vende pulseiras “Vai ficar tudo bem”

A Associação de Paralisia Cerebral de Guimarães tem à venda por dois euros as pulseiras “Vai ficar tudo bem” com o intuito de ajudar a instituição ao mesmo tempo que adquire uma mensagem de esperança nesta época marcada pela pandemia por covid-19.

Ler mais

PorFórum

Risewise Jam

O RISEWISE [Women with disabilities In Social Engagement] que conta com o envolvimento das duas entidades portuguesas promotoras – a Universidade do Minho e a Fraterna, Centro Comunitário de Solidariedade e Integração Social – realiza hoje, 15 de junho, durante todo o dia uma iniciativa que reúne seis países numa sala Zoom para apresentar palestras, posters e interações informais realizadas durante os quatro anos de colaboração neste projeto.

Ler mais

PorFórum

Covid-19: E os cuidadores informais?

A primeira onda do tsunami provocada pela crise epidémica do COVID19 trouxe para casa Raquel Pereira e Sónia Silva. Estas cuidadoras vimaranenses foram forçadas a deixar os respetivos empregos para, à semelhança de muitos portugueses, darem assistência aos respetivos dependentes. Assim vão permanecer, pelo menos, até o ano letivo terminar.

Ler mais

PorFórum

Covid-19: O regresso às instituições

Depois de três períodos de estado de emergência para travar o contágio por covid-19, o país está desde 03 de maio em estado de calamidade pública e o plano de desconfinamento está em marcha. O Governo prevê que os equipamentos sociais de apoio na área da deficiência reabram a partir da próxima segunda-feira, 18 de maio. A apreensão é geral e tanto os representantes das instituições como os familiares dos clientes destas valências sentem que esta é uma decisão precipitada.

Ler mais