Lista B vence eleições na Cercigui

PorFórum

Lista B vence eleições na Cercigui

A seleção dos novos órgãos sociais da Cercigui foi a votos no dia 26 de junho e a lista B, liderada por Rui Leite, venceu as eleições obtendo 263, contra os 191 votos da Lista A, encabeçada por Bruno Faria.


Registaram-se dois votos nulos e seis brancos, num total de 462 votantes.
Rui Leite foi reconduzido na presidência desta instituição com 41 anos depois de se ter demitido por divergências com a anterior direção. Sérgio Castro Rocha é o novo presidente da Assembleia Geral e Ricardo Almeida, presidente do Conselho Fiscal.
A tomada de posse dos novos órgãos dirigentes da Cercigui aconteceu no dia 01 de julho numa cerimónia que decorreu na sede da instituição. De acordo com a nota enviada ao Fórum Municipal os membros da anterior Mesa da Assembleia Geral fizeram a habitual passagem oficial de funções para os novos eleitos, desejando um bom trabalho a todos.
“Rui Leite afirmou em nome de toda a sua equipa, a enorme vontade de concretizar projetos, alcançar objetivos e fortalecer cada vez mais a CERCIGUI. Salientou ainda o espírito de união e dinamismo desta equipa que está disponível a partir de hoje, para trabalhar em prol de todos: clientes, colaboradores, cooperantes, amigos da instituição e toda a comunidade vimaranense”, lê-se na nota de tomada de posse.

Sobre o autor

Fórum editor

O Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência é um órgão informal de debate, de consulta e informação que funciona com o apoio da Divisão da Ação Social da Câmara Municipal de Guimarães e que, em 2018, completa 15 anos de existência. Composto por representantes de associações e instituições públicas e privadas, pessoas com deficiência e respetivos representantes o Fórum assume como principais funções a promoção e organização de debates temáticos e de ações e projetos de interesse para as pessoas com deficiência, assim como a apresentação de propostas e sugestões dirigidas a este público. Podem fazer parte do Fórum associações e instituições públicas e privadas, com personalidade jurídica, pessoas com deficiência e seus representantes. Os membros devem ser registados.

Deixar uma resposta